sexta-feira, 8 de julho de 2011



A MOÇA

Quando a vi passar
A percebi tão linda, tão viçosa
Vibrante, impetuosa...

Eu a quis tocar
Sentir aquela pele achocolatada, macia...
Sentir seu cheiro de café coado,
Acanelado... adocicado!

Quando a vi passar
No espelho da minha memória
Eu a quis guardar,
Para não perdê-la nunca...

Ah! A moça...
A bela moça que fui...

Viviane Ramos


3 comentários:

  1. adorei, viviane ramos é a poetisa mais brilhante da atualidade!

    ResponderExcluir
  2. Moça, que bela Poesia tu fazes.
    Encantado, tornei-me seguidor deste blog.
    www.jorgedasneves.com

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!!!
    bjo bjo

    http://fashionblumen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir