sábado, 3 de outubro de 2009



Tua Cura

Cuspiu a fúria
Nadou na loucura
Estagnou na procura

Da perfeição em formosura
Detalhando a estatura
E a languidez da brancura

Perdeu a candura
Da negra baixura
Tua possível cura.

Viviane Ramos

Um comentário:

  1. Muito legal sua escrita. Explicitações encantadoras.

    Tornei-me seguidora.

    beij

    ResponderExcluir